Anuncie Aqui Topo 728x90

Bolsonaro diz que tendência do preço do combustível é se estabilizar, mesmo com tensão EUA-Irã

Governo tem reuniões nesta segunda para discutir eventuais impactos da crise do Oriente Médio sobre os preços de combustíveis.

Por Wagner Diniz em 06/01/2020 às 09:47:33
Presidente

Presidente

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (6) que a tendência do preço do combustível no Brasil é se estabilizar, mesmo com a tensão no Oriente Médio entre Estados Unidos e Irã.

Na madrugada da sexta-feira (3), um ataque norte-americano nas proximidades do aeroporto de Bagdá, no Iraque, matou o general iraniano Qassem Soleimani. O governo do Irã prometeu retaliação e, em meio à escalada da tensão, o preço do barril do petróleo teve forte alta na semana passada. Irã e Iraque estão entre os maiores produtores do mundo.

"Reconheço que o preço está alto na bomba. Graças a Deus, pelo que parece, a questão lá dos Estados Unidos e Iraque, do general lá que não é general e perdeu a vida [Soleimani], não houve... O impacto não foi grande. Foi 5% passou para 3,5%. Não sei quanto está hoje a diferença em relação ao dia do ataque. Mas a tendência é estabilizar", afirmou o presidente.

Representantes do governo têm reuniões marcadas para esta segunda para discutir eventuais impactos da crise no Oriente Médio sobre os preços de combustíveis no Brasil. Bolsonaro deve participar de algumas dessas conversas.

Fonte: G1

Comentários